15 de jul de 2012

Divas do Rock - Gwen Stefani


Atrasadinho, esse post chega pra terminar nossa semana de rock. Na listinha que eu estava seguindo pra falar das Divas do Rock, existe uma que não considero nem um pouquinho (Courtney Love) então sábado ficamos sem e hoje a gente fala dessa "nova" Diva pra fechar bakana a semana. Espero que tenham gostado!
˜˜˜
Gwen Stefani

Gwen Renné Stefani Rossdale nasceu em 3 de outubro de 1979 em Fullerton (EUA) e é mais conhecida por seu trabalho com a banda No Doubt.
Ficou famosa com o disco Tragic Kingdom (1995) e criou hits como Just a Girl, Spiderwebs e Don't Speak.
Em 2004 Gwen gravou seu primeiro álbum solo Love. Angel. Music. Baby. O álbum continha música pop e dance e o single Hollaback Girl obteve imediato sucesso, tornando-se o primeiro single digital dos Estados Unidos a vender mais de um milhão de cópias. 
Ainda no mesmo ano, Gwen lançou sua marca de roupas e acessórios a L.A.M.B. Pouco depois criou outra linha: Harajuku Girls inspirada nas famosas garotas do Japão.

Harajuku Lovers Live (DVD 2006) foi outro grande sucesso na carreira solo dessa garota. Hits: The sweet escape, Wind it up, 4 in the morning.
2011 foi um ano foi mais um ano de conquistas para Gwen que definitivamente tem seu lugar no mundo do rock e no mundo fashion: foi homenageada no Rock and Roll Hall of Fame como uma das mulheres que mudaram a cultura americana e o rock and roll, sem dizer do crescente sucesso da L.A.M.B. Ainda no mesmo ano, anunciou o fim de sua carreira solo e planos de reativar a No Doubt.
Contudo o sucesso de Gwen não está só em sua música, mas também no estilo que a acompanha. Uma mistura de skate wear + étnicos + pin up stile trouxe um frescor que já não viamos desde Madonna (as más línguas falavam que Gwen imitava a Diva do Pop, mas vamos combinar... qualquer loura platinada que chega na indústria da música é comparada com Madonna). 
As makes de gwen sempre costumam trazer os olhos delineados, bocão vermelho e um bocado de iluminador. Os cabelos são o ponto alto: ou evocam o glamour das décadas de ouro americana, ou são releituras étnicas! E haja spray fixador!!! Adoro!

13 de jul de 2012

Divas do Rock - Siouxsie Sioux


Siouxsie Sioux 
Susan Janet Ballion, nasceu em 27 de maio de1957 na Inglaterra. Ela é mais conhecida por ser a vocalista e lider do grupo Siouxsie and the Banshees, que esteve na ativa de 1976 até 1996. Siouxsie é considerada uma das cantoras britânicas mais influentes de sua era, por isso também aparece aqui no blog!
Siouxsie cantou com vários famosos, como Morrissey (The Smiths) e John Cale (The Velvet Underground) e em 2000 começou sua carreira solo. Enquanto esteve com os Banshees gravou onze discos e teve várias músicas de sucesso como: Hong Kong Garden (uma de minhas preferidas!), Happy House, Peek-a-boo e Kiss them form me. Suas maiores influências foram, David Bowie, Lou Reed e Iggy Pop and The Stooges.
Aos 17 anos abandonou o colégio e durante esse período começou a frequentar as discotecas gays. Nessas danceterias ficou sabendo de uma nova banda: os Sex Pistols. A partir do momento que viu a banda tocar, decidiu que ia seguí-los durante um tempo. Siouxsie logo ficou conhecida na cena londrina por causa de seu estilo punk/gótico: a make sempre presente de cat-eye, baton vermelho, cabelo colorido e espetado e suas roupas negras.
Em meados da década de 1970 Siouxsie e seu amigo Severin decidiram formar uma banda. Entraram no concurso 100 Club Punk Festival. Sem mesmo saber nenhuma música ou tocar instrumentos os dois enfrentaram o concurso: enquanto Severin improvisava Siouxsie recitava poemas. A performance dos dois durou pelo menos 20 minutos! 
O Crítico Jon Savage (que estava presente) escreveu boas palavras sobre a garota, que para ele era "diferente de qualquer cantora de antes ou de então, totalmente moderna". Siouxsie abria assim uma nova era para mulheres na música.
Em 1976 Siouxsie aparecia publicamente junto aos Sex Pistols no programa de televisão The Bill Grundy's show. Durante o programa o apresentador perguntara a Siouxsie como ela estava ao que ela respondeu: "Feliz, porque sempre quis conhecê-lo!". Grundy (o apresentador) estava bêbado e sugeriu que os dois se encontrassem depois do programa. Isso levou o guitarrista dos Pistols Steve Jones a dizer uma chuva de palavrões nunca ouvidos antes num programa ao vivo. 
O episódio criou furor e foi coberto por vários tablóides. O Daily Mirror (um dos mais famosos) abriu seu jornal com a matéira "Siouxsie's a punk shocker" (algo como Siouxsie é uma agitadora). O evento teve grande repercussão, deixando mal a imagem dos Pistols. Após o incidente, Siouxsie decidiu parar de ver a banda e se focar somente na sua: Siouxsie and the Banshees. Desde seu início, um estouro!

12 de jul de 2012

Divas do Rock - Patti Smith


Patti Smith

Difícil falar pouco desta roqueira, poetisa, cantora e musicista. Patti tornou-se famosa junto do movimento punk, já em seu álbum de estréia: Horses (1975). A "Poetisa do Punk", como é chamada, trouxe um lado intelectual e feminista ao gênero e tornou-se uma das Divas do Rock'n'Roll pelo conjunto de sua obra. Se você não a conhece, está perdendo e muito! Não só com as músicas e histórias, mas também um dos estilos mais gostosos que esta musa do Rock nos trouxe.

Patti nasceu em Chicago, Illinois em 1946 e cresceu em Nova Jersey. Em 1967 mudou-se para Nova Yorque onde conheceu Robert Mapplethorpe. Mantiveram um longo relacionamento amoroso, apesar de Robert ser assumidamente gay, e, depois tornaram-se grandes amigos até sua morte em 1989. Em 1969 Patti foi para Paris e lá fazia exibições de rua e performances artísticas.

Ao voltar para os EUA, em 1970, ela pintou, escreveu e fez recitais. Nessa época Smith se sustentava escrevendo artigos de rock para a famosa revista Cream. No mesmo período compunha com Allen Lanier (da banda Blue Öyster Cult) que gravou várias músicas de Patti (tais como Carrer of Evil, Fire of Unknown Origin, The Revenge, entre outras).

Em 1974 a banda de Smith (The Patti Smith Group) se juntou casualmente, principalmente pela quantidade de shows que os amigos/integrantes faziam juntos. Eram eles: Lenny Kaye, Ivan Kral, Jay Dee Daugherty, Richard Sohl. Financiada pelo eterno amigo Robert Mapplethorpe, Patti gravou seu primeiro single Piss Factory/ Hey Joe.

Em 1975 gravou seu primeiro disco, produzido por John Cale (ex-Velvet Underground). A mistura de rock, punk rock e poesias recitadas deu origem a Horses que é tido por vários críticos e músicos como o melhor álbum de estréia já lançado por uma artista.

Ainda na década de 1970, The Patti Smith Group produziu mais dois álbuns, sendo Easter o mais famoso, contendo a também famosa Because the Night (em parceria com Bruce Springsteen).

Durante a maior parte da década seguinte, Patti esteve longe dos palcos e da música. Só em 1988 lançou Dream of Life, elogiado pela crítica.

Já na década de 1990, após a morte de seu marido Fred Smith (guitarrista da famosa banda MC5) e de seu irmão Todd (ambos em 1994), Patti começou a fazer terapia e logo se tornou uma ativa apoiadora do tratamento psiquiátrico para a manutenção da saúde mental. Ainda na mesma década, saiu em excursão com Bob Dylan e gravou o álbum Gone Again (1995) onde mostra sua admiração por Kurt Cobain com a música About a Boy (alusão à About a Girl de Cobain). Gravou ainda o disco Peace and Noise (1997).

Nos anos 2000 Patti não parou: gravou Gung Ho (2000) e Trampin (2004). Em 2005 foi nomeada uma líder da Ordre des Arts et des Lettres pelo Ministro da Cultura na França.
Sendo uma artista tão completa, é impossível que a moda não se apropriasse do estilo de Patti. 

Meio andrógeno meio boyish (bastante em voga nos últimos tempos), Smith usa camisetas e jeans destroyed, acessórios masculinos (como suspensórios e gravatinhas) e roupas oversized. Para fazer um look estilo Patti, camisa brancas com blazer preto, calça skinny preta, sapatos básicos também pretos, óculos estilo Wayfarers Ray Ban e cabelo selvagem. Pronta pra ser uma rockstar!

11 de jul de 2012

Divas do Rock - Joan Jett

Joan Jett
Joan Marie Larkin é cantora, guitarrista e baixista. Nasceu em 1958 e foi nomeada pela revista Rolling Stone como uma das melhores guitarristas femininas de todos os tempos.
A líder fundadora da banda The Runaways, se mudou para a Califórnia com pouco mais que 12 anos com um objetivo: seguir carreira musical. Quando The Runaways já fazia sucesso, Joan ainda era menor de idade!


No final da década de 1970, início de 1980, Joan Jett opta pela carreira solo, gravando com vários nomes de peso do cenário do punk/rock como Paul Cook (ex-Sex Pistols) e Steve Jones. No mesmo período, Joan conheceu o produtor Kenny Laguna, tornaram-se amigos e trabalhariam juntos.
Na sequência e com a ajuda de Laguna, Joan formaria a banda Joan Jett and The Blackhearts. Talvez pelo histórico (de muitas drogas) com The Runaways a nova banda não foi aceita pelas gravadoras, o que levou Jett a abrir sua própria gravadora: The Blackhearts. Joan foi a primeira mulher do seguimento a abrir sua própria empresa de música!


Durante a década de 1980 sua música mais conhecida (I Love Rock'n'Roll) ficou no topo da Bilbord por mais de um mês e é considerada pela mesma a 28ª maior música de todos os tempos. Realmente uma Diva com D maiúsculo!
A make na foto marca bem a passagem dos anos 1980: olhos gráficos e coloridos+bocão e cabelo mulet! Delícia!!!
Seu guarda-roupa tem um estilo masculinizado, que incorpora materiais como couro, correntes, tachas, alfinetes e muitas peças pretas. Para contrastar, Joan usa algumas peças coloridas, como vermelho ou pink, em sapatos, jaquetas e outros acessórios. Em seu período Glam Rock as lantejoulas e ombreiras não ficaram de fora! Viciada em jóias, Joan é bem exagerada quando se trata delas: ela usa toneladas de pulseiras, colares e braceletes!

10 de jul de 2012

Divas do Rock - Debbie Harry

Debbie Harry
Nascida em 01 de julho de 1945 em Miami, na Florida (EUA),  Deborah Ann Harry é mais conhecida como a lider da banda de Punk Rock/ New Wave chamada Blondie. Em 1960 se mudou para Nova York. Foi lá que começou sua carreira como cantora, e, no final da década estava em uma banda de folk rock chamada The Wind in the Willows, onde gravou um disco para a Capitol Records. 





Depois se juntou à banda The Stilettos e lá conheceu seu "eterno namorado" (e futuro guitarrista da Blondie) Chris Stein. Já em meados da década de 1970 a Blondie era muito requisitada no CBGB em Nova York (onde tocariam personagens como Ramones). Em 1976, após seu album de estreia, o sucesso bateu à porta dessa loura, que definitivamente entraria para a galeria de Divas do Rock.


Como musa do punk e da new wave, o guarda-roupa de Debbie também foi dividido nessas duas etapas: na primeira não faltava jaquetas de couro, peças jeans destroyed, coturnos, blusas largas e leggins coloridos. Já na época new wave não faltava peças com lurex, as famosas catsuits (pense na Mulher Gato e sua roupa e saberá o que é um catsuit), animal prints, mini-dresses, leggins, e muita atitude, lógico!



Pra completar o estilo, cabelos na maior parte do tempo platinados e make geométrica com cores fortes e metálicas. Horas Debbie resaltava o bocão vermelho, horas o contorno do rosto com blushes vigorosos. Coisa de Diva mesmo! 


9 de jul de 2012

Divas do Rock - Janis Joplin


Apesar de sexagenário (ou até mais que isso pra alguns), o Rock não envelhece e continua sendo o signo da juventude transviada. Influenciador de gerações desde o berço, o Rock veio para balançar paradigmas e cabeças. Na moda, começou nas ruas e invadiu as passarelas, mudando o estilo e a vida das pessoas! 
Para comemorar mais um aninho do velho e bom Rock'n' Roll (que faz niver no próximo dia 13), vamos falar das Divas que mudaram as idéias, o comportamento e o guarda-roupa de todas nós, e que não importa quanto tempo passe, vão continuar a nos inspirar! Vão ser sete musas do rock, de segunda a domingo!!! Espero que gostem! 
˜˜˜
Janis Joplin:

Nascida Janis Lyn Joplin, ela foi a primeira mulher a se tornar ícone do gênero. Considerada a "Rainha do Rock and Roll" e influenciada por grandes do Jazz e Blues (como Aretha Franklin, Billie Holliday e Odetta), Janis fez da voz sua característica mais marcante.  

No guarda-roupa, um estílo todo próprio (seria ela a "mãe" do boho style?), com peles, maxi bijous, tie dye, crochê e muitas, muitas calças boca-de-sino. Cabelos soltos e selvagens, nenhuma make e confiante até o caroço. Lógico que tinha que se tornar uma rock star! Confira um típico look à la Joplin!




1 de jul de 2012

Collier Reine Breteuil

Oi meus queridos e queridas! Este é um look que criei para uma competição no site MakeupBee

O Tema foi Marie Antoinette (que eu adoro!) e fiz inspirada no rococó + o caso do colar da rainha.

Produtos usados:
Inlglot Eye Shadows
Bella Terra Eye Shadows
Stud Eye Brow  - MAC
Super SHOCK mascara - Avon

Espero que gostem e comentem! Beijokas

Quero pedir, para quem puder, votar em mim! Segue o link:
http://www.makeupbee.com/look_Collier-Reine-Breteuil_47438