30 de mai de 2011

Sapatos III - Matéria de moda

Para finalizar (por enquanto) nossos posts de sapatos, segue outra matéria delícia que fizemos no Programa Agenda, da Rede minas. Matéria super gostosa falando das tendências para sapatos do Outono/Inverno 2011.
Espero que vocês gostem! Beijos e até a próxima.

~~ Créditos ~~
Produção: Yara Fonseca
Reporter: Daniela Vargas
Imagens: Reinaldo Carvalho
Edição: Letícia Uesugi
Entrevistada: Luiza Barcelos (Designer de calçados e bolsas)
Entrevistada: Virgínia Barros (Designer de calçados)

29 de mai de 2011

Querida sorteada - Aline Rodrigues







Querida que é querida de verdade manda fotos quando recebe prêmio! Olha que fofa a Aline que ganhou o sorteio de Páscoa. Fotinha ótima! Obrigada Aline, adorei te ver com o mimo!




Ela colocou um post a respeito do presente no blog dela (Cor de Baton), que também é super bakana, com vídeos, fotos, vários posts finos (amei o dos novos esmaltes da hits+morde e assopra!). Segue o link para vocês verem!


http://jarb140.blogspot.com/2011/05/se-eu-fui-sorteada-com-certeza-eu-conto.html



27 de mai de 2011

Sapatos II - Salto Alto


Um sapato de salto-alto deixa qualquer mulher louca. Não os usamos para os homens, usamos para nós mesmas. Fazem com que nos sintamos além de altas, belas, magras (sim salto "emagrece" pois da a impressão de que as pernas são longas) e poderosas... verdadeiras deusas!

Mas você sabia, que no início, a altura dos sapatos tinha esse exato propósito? A divinização dos faraós, suas consortes e sacerdotes já acontecia a mais ou menos 4000 aC. As peças eram feitas em couro flexível e várias foram encontradas em murais, templos e túmulos.


Os sapatos altos também foram tomados pelo teatro greco-romano a aproximadamente 200aC. Os "kothorni" feitos com madeira ou cortiça serviam para deixar os atores mais atrativos nas apresentações de arena.

Essa função de dar notabilidade a quem usa saltos fica mais evidente à partir do século XII. Henrique II, rei da Inglaterra popularizou os saltos de bico fino. Reza a lenda que Henrique tinha os dedos dos pés deformados, por isso a preferência pelos saltos de bico fino.

Nessa época, sapatos eram classificadores sociais e quanto mais altos e finos, mais rico e importante devia ser quem os usava. E já foram motivo de intriga e desavença! Em Paris, no ano de 1215 uma lei proibiu os professores universitários de usarem os saltos de bico-fino. Quem foram os invejosos? A nobreza, que não tolerava estarem à mesma "altura" que meros professores. 

E assim os saltos foram aumentando e para todos os tipos de sapato. No final do século XIV e início do XV, a moda entre Reis, príncipes e cavaleiros eram as botas com salto. É nesse momento também que os sapatos começam a ser feitos em duas partes. Isso levou à introdução de um calcanhar, que eram feitos para fixar melhor o cavaleiro no estribo. 

Ainda no século XV uma lei promulgada pelo parlamento inglês condenava mulheres que usassem sapatos de salto para seduzir um homem ao casamento. Eram castigadas com as penas da bruxaria.

No século XVI, Mary Tudor usava saltos altos sempre que possível. A partir desse período os saltos são mais frequentes para ambos os sexos.

Seguindo em frente nos séculos, o XVII deixou sua marca por verdadeiramente popularizar os saltos. A corte de Louis XIV, da França,  abusava de todos os tipos de acessório: de perucas a saltos altos. Registros históricos destacam que Louis XIV não tinha mais que 1,60 metro, por isso adorava os sapatos que aumentavam sua estatura.

No reinado de Louis XV (sucessor de Louis XIV) os saltos altos fizeram tanto sucesso que o nome do monarca foi dado a um tipo deles, que eram largos na ponta e na base, afinando no meio, semelhantes ao formato da ampulheta. 

A Revolução Industrial, que começaria à partir de meados do século XVIII, levaria os sapatos a outro nível. Máquinas foram criadas para facilitar sua costura e modelagem.  

Dos séculos XIX ao XX o crescimento dos saltos altos é vertiginoso. A indústria calçadista fomenta o consumo através da renovação constante dos modelos. 

Por volta da década de 1950 surgem os "stilettos" na Itália. Arrasador, tornou-se moda instantaneamente. Já em 1970 os saltos de plataforma invadiram as passarelas e posteriormente as ruas. A partir de 1980 as mulheres assumem de vez os saltos, usando-os inclusive para trabalhar.

Hoje, o sapato não mais representam a nobreza e sim remetem à sensualidade feminina. Estudos mostram que os saltos altos são dos elementos que mais despertam a libido e o fetiche dos homens... Então retiro o que disse... usamos sapatos de salto para nós mesmas, mas para atiçar os homens também! Uhuuuu!

17 de mai de 2011

Queridos Comentaristas - Essa é a sua chance!

Olás meus queridos e queridas do blog!


Eu quero tanto, mas tanto saber o que vocês pensam e o que acham do blog, que deu a louca em mim.
A partir de agora, todo mês vai rolar uma surpresa para o Querido Comentarista  número 1! Os brindes sempre serão mimos pra deixar a gente mais bonita, por isso, é pra colocar os dedinhos em ação! Vale comentar inclusive os posts antigos!


Comente os posts, ou vídeos, se você gostou ou não, o que acha que pode mudar e por ai vai. Só não vale baixaria e crítica destrutiva, tá?!


A cada primeiro dia do mês, um post vai contar quem é o Querido Comentarista  #1 e o que a pessoa vai ganhar. Gostou? Então comece a comentar!


bjks

10 de mai de 2011

Sapatos - uma breve história


Sapatos... por mais que se tenha, nunca são muitos e por mais que se leia a respeito, nunca é o bastante, não é mesmo?!

Na busca sobre o que escrever e como escrever sobre este amado acessório, acabei assim: dois textos e um vídeo. O primeiro é uma breve história dos calçados, o segundo sobre a evolução dos saltos altos e junto um vídeo do quadro de moda do Agenda que está uma delícia, pra fecharmos com chave de ouro!

Bjokas e espero que gostem!

~~~  

Breve Histórico

Lá no início, onde tudo começou, o sapato era só uma proteção dos pés. Alguns dizem que foram os egípcios que criaram, outros brigam que foram os homens do paleolítico. Nasceram toscos e enrugados. A principal matéria prima era o couro curtido.

Passados alguns milhares de anos, no Egito Antigo, os sapatos foram se desenvolvendo. Neste momento, ainda eram ferramentas de proteção, mas já não eram tão feiosinhos. Pareciam-se com sandálias feitas em palha, papiro, fibra de palmeira, madeira ou couro, só que não eram democráticas como as nossas Havainas. Nem todo mundo tinha din din para ter uma. Assim, as pessoas comuns passavam a maior parte do tempo descalças e o costume era carregar o precioso nos ombros. Usar mesmo, só quando era necessário!

Os modelitos ao lado mostram como eram as sandálias do período. Estas foram encontradas no túmulo de Sebekhetepi e estão expostas no British Museum. Foram encontrada entre os objetos funerários, sobre os pés da múmia. 

Já na Mesopotâmia, mais ou menos na mesma época, a moda era usar tiras de couro cru amarradas aos pés... já imaginou o cheirinho? E não é porque não sabiam fazer sapatos não minha gente, era moda mesmo! O outro tipo de sapatos que tinham, os coturnos,  não podiam ser usados por gente comum, pois eram símbolos de alta posição social.


Na Ásia, a mais de 2000 anos, a madeira era usada na fabricação de sapatos; e, no Japão, o "Tageta" (também chamado de "Oashi) era usado por camponeses nos campos de arroz.



A diferenciação do formato dos sapatos para o pé esquerdo e para o pé direito foi uma moda lançada na Grécia Antiga e que perdura até os dias de hoje. Até os gregos, o comum eram os sapatos possuírem uma forma única para ambos pés.



Em Roma, o sapato também indicava a classe social e tinham cores e modelos diferentes para isso. Branco era a cor usada pelos cônsules; os senadores tinham suas sandálias marrons presas por fitas negras de couro e atadas com quatro nós. Já os legionários utilizavam as botas que eram abertas deixando os dedos de fora... e os gladiadores usavam as famosas sandálias gladiadoras, feitas em couro.

Na Idade Média  homens e mulheres usavam algo semelhante às sapatilhas e tradicionalmente eram feitas em couro de vaca ou cabra.  Também utilizavam as botas (altas ou baixas), atadas à frente e ao lado.

A questão da numeração foi uma coisa "nova" que começou com o Rei Eduardo I da Inglaterra. É também deste país a primeira produção em "larga escala" de sapatos, no período de transição do artesanato para a manufatura. Quem assina a nota de produção é Thomas Pendleton, que forneceu 4000 pares de sapatos e outros 600 de botas para o exército em 1642.



No ano de 1790 uma máquina de costura foi desenvolvida pelo inglês Thomas Saint para costurar botas e outros calçados. Mas problemas de patente emperraram esta indústria e, só por volta de 1874 que o inglês Newton Wilson pode voltar a utilizar máquinas de costura no setor, tornando o calçado mais acessível.
Por volta de 1940 a indústria calçadista conheceu grandes mudanças: a borracha, incremento do período, possibilitava mais leveza e durabilidade, principalmente para os solados (que antes eram feitos em couro). Outros materiais sintéticos também foram absorvidos pela indústria, principalmente para calçados femininos e infantis. 
Na atualidade, a indústria calçadista se desenvolveu tanto que mudou a função do sapato. No começo, era um mero apetrecho para proteção, feito em couro crú e amarrado aos pés... hoje, é exaltado pela moda em nomes de luxo como Ferracini, Balenciaga, Louboutin... A indústria cria e se recria, fazendo deste acessório, um dos mais antigos da humanidade, objeto de desejo e fixação feminina... afinal, e em qualquer idade, qual mulher não é louca por  sapatos?

~~~
Fiquem ligados que nesta quinta sai a segunda parte dessa matéria, junto do vídeo! Bjoks para todos!

8 de mai de 2011

Mudamos o endereço!

Olás pessoas queridas!
Como parte das mudanças do blog, veio também a mudança de endereço:

Como havia dito a vocês, só mudaria caso não perdesse os meus queridos. Descobrimos que o endereço certinho já havia sido usado, então foi o nome mais próximo e sem apostrofe.

Espero que continuem por aqui, seguindo, lendo, participando dos sorteios (logo teremos mais) e comentando sempre!

Beijokas a todos

5 de mai de 2011

Novidades nas Parcerias


Olás queridos e queridas!
Temos novas parcerias no blog! Uma delas é a Sigma, que é uma empresa especializada na confecção de pincéis de make up! Não é o máximo?
A Sigma Makeup é uma marca que é sinônimo de qualidade e funcionalidade, com produtos feitos à mão e desenvolvidos para satisfazer os mais elevados padrões de qualidade. Ainda oferecem kits de pincéis para atender as necessidades de cada um, ou você pode personalizar seu próprio kit! A Sigma faz entregas em todo o mundo e você ganha um presente exclusivo nas compras acima de $ 30,00

Outro parceiro é a marca Eyeko, nome que em japonês significa amor. A Eyeko é uma empresa londrina de cosméticos e se tornou muito popular graças à blogosfera. Hoje é uma das mais visitadas e seus produtos chegam a qualquer parte do mundo.
Parte menina Britânica, parte gracinha de Tóquio, a empresa oferece produtos exclusivos com o “Fator WOW”, que definem o “Sweet London Style”. E olha que coisa legal: o frete é gratuito para compras acima de $ 20,00!

 
Por último mas não menos importante, está a Cora que é uma empresa nacional de cosméticos que tem em suas especialidades a fabricação de esmaltes! Cada um mais lindo que o outro. A gente já falou sobre a Cora na matéria "Esmaltes, esmaltes e mais esmaltes - a novas brasileirinhas", lembram?


Então é isso meus queridos! Novos parceiros e novos produtos. Tudo novo no blog!

1 de mai de 2011

Tudo muda o tempo todo

Olá queridos!!!

Não se assustem quando entrarem no blog "Do Tempo da Vovó" e visualizarem "Let's Make It".
Como eu já tinha avisado a vocês, o blog estava passando por mudanças para chegarmos a esse ponto. Um novo layout, mais moderninho e mais condizente com os rumos que o "Do Tempo..." estava tomando.

Quando fiz no "Do Tempo da Vovó", era só um blog para ter dicas e receitas caseiras... um "banco de dados" meu, onde eu podia colocar as receitinhas e guardá-las para poder ver quando quisesse. Eu não tinha a pretensão de torná-lo nada mais que isso, nem mesmo tinha a pretensão de ter leitores... com o tempo isso foi mudando, alguns leitores me mandavam pedidos por e-mail, outros faziam sugestões e a coisa foi crescendo.

Procurei outras blogueiras, como a querida Paulinha do Meu Mundo de Morango, que me deram dicas, me 'ensinaram' a fazer sorteios, me contaram que seria bakana usar um layout personalizado que indicasse que o blog era uma coisa séria e tudo mais. Quando fiz o primeiro sorteio eram 26 seguidores, queridos leitores que foram chegando principalmente de pesquisas no Google. Já no segundo sorteio a coisa mudou drasticamente, contei com a querida Su Ramos do blog Sorteios & Promoções para me ajudar a divulgar e como o resultado foi além do esperado, percebi que era hora mesmo de pensar em mudar o layout. Nesse terceiro sorteio, já estavamos fazendo mudanças e testes para colocar o novo blog no ar.

Contei com a ajuda do meu querido, amado e super designer Thales Leite para fazer as mudanças. Foi sugestão dele mudarmos também o nome do blog, que seria um trocadilho com meu nome e com meu apelido (Lets) e também um trocadilho com a forma inglesa de dizer "vamos fazer isso" e com a própria palavra Make up.

O blog "Do Tempo da Vovó" já não era mais só meu e já não era mais só de brincadeira. Por isso a mudança, porque tudo cresce e tudo muda o tempo todo.

Continuo fazendo por amor e por vocês, queridas e queridos leitores espalhados por todo canto. Espero que gostem dessa nova carinha do blog, que ainda vai passar por outras mudanças, vamos mudar o nome do endereço também (se for possível e somente e se não for perder vocês que são meu queridos) e num futuro próximo teremos mais vídeos, dentre eles tutoriais, como já era o pedido de alguns leitores... e sorteios! Então fiquem ligados! Novidades não vão faltar.

Mas que uma coisa fique clara. Tudo foi feito pensando em vocês, meus queridos. Então é importante pra mim que vocês digam se gostaram, por isso, deixem suas impressões, deixem comentários e por favor respondam a pequena enquete no canto direito do blog. Isso vai ajudar a fazer deste um cantinho nosso cada vez mais legal!

Bjkas para todos

Resultado do "Sorteio de Páscoa - Natura"

Olás meus queridos!

Super bakana a resposta de todos vocês! Muita gente divulgou o sorteio em seus twitteres, blogs, facebooks... super ótimo! Agradeço muito a todos que participaram e que também deixaram comentários! Parafraseando o MacDonnalds "Amo muito tudo isso!"

Mas agora chega de suspense e vamos mostrar logo quem foi que ganhou né?!


A vencedora foi Aline Rodrigues (Jarb140) do Rio de Janeiro. Yêeeeeeeiiiii! Parabéns!

Aline querida, entrarei em contato através de seu e-mail e peço que fique atenta a sua caixa de entrada, bem como à caixa de spam. Você tem até uma semana (contando de hoje) para responder e não perder o prêmio. Assim, caso não receba meu contato, também poderá me procurar através do e-mail: letsmakeit2011@gmail.com
Super bjoka e parabéns!

A todos os queridos peço ainda que fiquem ligados no blog pois amanhã (segunda) vou divulgar as opções de sorteio para o Dia das Mães! E são vocês quem vão escolher o presente!!! Não percam!

Novidades - Natura Cheiro de Moça Bonita voltou!

Gente, olha que coisa mais gostosa! A linha Natura Ekos, especialista também em em águas aromáticas com extratos vegetais e óleos essencias, trás de volta um clássico: Natura Cheiro de Moça Bonita.



Este produto remete às quermesses e festas juninas, às saias rodadas das meninas e ao encanto das flores do outono/inverno. Trata-se de um cheirinho de floral fresco, com notas de frutas e óleos essenciais do Brasil.


A linha volta trazendo sabonetes em dois estilos, líquido e em barra; óleo trifásico, creme para mãos e a famosa água de banho! Uma delícia. Mas a edição é limitada. Então fica a dica, corra em sua consultora e peça logo, pra não ficar sem o seu!